22/12/2011

Final do ano é tempo de sonhar mais



             Chegando o fim do ano, é momento em que começamos a colocar em uma balança todas as metas que traçamos e as que de fato conseguimos realizar, esta comparação em primeiro momento, se o resultado não for o esperado, pode até desestimular na busca de continuar tentando realizar algo que não foi possível no ano em que estava planejado, porém pode que você se surpreenda ao perceber que conseguiu fazer até mais do que esperava.

            Tanto para uma situação como para outra, é importante que você nunca desista dos seus sonhos, porque quando estabelecemos metas específicas é muito maior a nossa chance de conquistarmos nossos sonhos.

Dedicação e empenho também são requisitos indispensáveis nessa dura jornada. No entanto, mais importante do que tudo é acreditarmos efetivamente na própria capacidade de atingirmos os objetivos propostos, fazendo e dando o melhor de nós.

Muitos serão aqueles que, pelas mais variadas razões, colocarão obstáculos em nossa caminhada. Alguns dirão que nosso sonho é uma grande bobagem. Ou, ainda, que se trata de muito esforço à toa. Outros falarão que não somos capazes de alcançá-los e que deveríamos optar por objetivos mais fáceis.

            E assim, muitos desistem da luta, por medo, por preguiça ou porque acreditaram nas previsões negativas dos outros. Porém, nossos sonhos continuarão lá, dentro de nossos corações e diante de nossos olhares. Mesmo que deixemos de nos esforçar para ir ao encontro deles, eles permanecerão fazendo parte de nós, como uma tarefa não cumprida.

Projetos nobres e ideais justos não devem ser abandonados nunca. Convictos de sua importância perante a vida precisamos de esforço para alcançá-los, não importando quantas tentativas sejam necessárias para isso, pois eles geralmente significam a materialização da nossa felicidade, e felicidade é o que todo o ser humano busca, seja ela como for, ou o que for, mas uma vida onde as possibilidades de ser feliz são podadas não tem mais razão de ser.

Portanto vá em busca daquilo em que você acredita e quer, se não der certo você caminhou boa parte de sua vida no caminho em direção a sua felicidade, se não conseguiu chegar no destino que desejava pode que chegue em outro inesperado que lhe causará muito mais felicidade, pois nunca canso de dizer que a vida é uma caixinha de surpresas e é justamente o não saber o que vai acontecer que alimenta nossa fé em dias melhores e nos motiva a vencer...

Feliz Natal a você e sua família, que seja um momento de reflexão e comparação de tudo que você possuiu de bom em sua vida, em relação a outras pessoas que possuem tão pouco e talvez nem se queixem disto.

Publicado dia 22/12/2011

Tempos de Vestibular

Muitos dos jovens que estão prestando vestibular passam nesta fase por momentos de extrema tensão, nervosismo e até insegurança, pois na velocidade das coisas hoje, ninguém quer perder tempo e ter que esperar mais um ano para conseguir ingressar na Universidade. Uma boa dica para não passar por tudo isto é começar antes, prestar o vestibular mesmo antes de terminar o ensino médio, como treineiro, garante experiência aos estudantes, já que ajuda a conhecer o estilo das provas e a contabilizar o tempo necessário para executá-las, pois mesmo que o estudante não passe, um mau resultado não é desestímulo. Assim como um atleta treina para um jogo, quem treina para a prova tem um resultado melhor.

Muitos alunos até viajam para as cidades em que gostariam de cursar faculdade para conhecer melhor informações triviais, mas essenciais, como o caminho até o local da prova. Apesar da importância dos simulados feitos no colégio, fazer uma prova entre colegas e amigos não gera a mesma tensão do vestibular. Não tem como simular a pressão de se estar disputando uma vaga.

Embora as escolas possam oferecer diversos simulados, é importante conhecer este ambiente novo, saber como é ter aquela responsabilidade e conferir o nível de dificuldade das perguntas.  

Certamente depois de passada esta fase, todos se sentem aliviados e satisfeitos por terem enfrentado este momento. Oportunidade em que começa um novo desafio, cursar e ter bons resultados no curso escolhido.

Isto é fundamental e necessário, empenho e dedicação, pois tenho certeza que a maioria das pessoas estão cansadas de profissionais “mais ou menos”, precisamos de excelentes profissionais, que nos passem confiança e segurança.

Portanto desejo a todos os futuros profissionais que tirem o máximo de proveito da Universidade onde estudarem, dos mestres, dos colegas e principalmente dos livros, pois a faculdade proporciona uma boa base, mas carece de muito estudo complementar.

Aos que ainda prestarão vestibular meus desejos de muito sucesso e que não deixem a ansiedade atrapalhar no desempenho na hora da prova. Boa sorte.

Publicado dia 08/12/2011

08/12/2011

Tempos de Vestibular



Muitos dos jovens que estão prestando vestibular passam nesta fase por momentos de extrema tensão, nervosismo e até insegurança, pois na velocidade das coisas hoje, ninguém quer perder tempo e ter que esperar mais um ano para conseguir ingressar na Universidade. Uma boa dica para não passar por tudo isto é começar antes, prestar o vestibular mesmo antes de terminar o ensino médio, como treineiro, garante experiência aos estudantes, já que ajuda a conhecer o estilo das provas e a contabilizar o tempo necessário para executá-las, pois mesmo que o estudante não passe, um mau resultado não é desestímulo. Assim como um atleta treina para um jogo, quem treina para a prova tem um resultado melhor.

Muitos alunos até viajam para as cidades em que gostariam de cursar faculdade para conhecer melhor informações triviais, mas essenciais, como o caminho até o local da prova. Apesar da importância dos simulados feitos no colégio, fazer uma prova entre colegas e amigos não gera a mesma tensão do vestibular. Não tem como simular a pressão de se estar disputando uma vaga.

Embora as escolas possam oferecer diversos simulados, é importante conhecer este ambiente novo, saber como é ter aquela responsabilidade e conferir o nível de dificuldade das perguntas.  

Certamente depois de passada esta fase, todos se sentem aliviados e satisfeitos por terem enfrentado este momento. Oportunidade em que começa um novo desafio, cursar e ter bons resultados no curso escolhido.

Isto é fundamental e necessário, empenho e dedicação, pois tenho certeza que a maioria das pessoas estão cansadas de profissionais “mais ou menos”, precisamos de excelentes profissionais, que nos passem confiança e segurança.

Portanto desejo a todos os futuros profissionais que tirem o máximo de proveito da Universidade onde estudarem, dos mestres, dos colegas e principalmente dos livros, pois a faculdade proporciona uma boa base, mas carece de muito estudo complementar.

Aos que ainda prestarão vestibular meus desejos de muito sucesso e que não deixem a ansiedade atrapalhar no desempenho na hora da prova. Boa sorte.

Publicado dia 08/12/2011

01/12/2011

Mudanças na Contabilidade Pública



Com a aprovação das Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público – (NBCASP) – o Conselho Federal de Contabilidade dá inicio a uma verdadeira revolução na Contabilidade Governamental brasileira.

            A ênfase passa a ser o patrimônio como objeto de estudo da contabilidade enquanto ciência. O orçamento deixa de ser o protagonista da histórica da administração pública para se tornar um coadjuvante importante que trata do fluxo de caixa do Governo com base em autorização legislativa para arrecadar receitas e realizar despesas.

            A mudança é grande e os profissionais de Contabilidade do serviço público terão que ficar preparados para essa virada de postura. Todos os fatos administrativos serão examinados e registrados não porque tem origem no orçamento, mas sim porque produzem alterações em algum elemento do ativo, passivo e patrimônio líquido.

            Os Contadores que  ainda crêem ser o orçamento o único input da Contabilidade  e que as variações patrimoniais devem refletir o que foi “resultante da execução orçamentária” precisarão ler muitas vezes os artigos da Lei 4.320/64 a partir do número 83 que trata do processo de evidenciação dos elementos patrimoniais.

 Trata-se de mudança radical que será vitoriosa na medida em que todos os Contadores do setor público passem a registrar em primeiro lugar as movimentações do patrimônio e posteriormente  os reflexos de tal registro no sistema orçamentário pois somente a Contabilidade pode  traduzir a riqueza patrimonial segundo o principio da competência vez que o orçamento esta intimamente ligado ao regime de caixa, para não falar do obscurantismo a que pode estar submetido por força das relações institucionais entre o Poder Executivo e o Poder Legislativo.

 Após longas reflexões teóricas os Profissionais de Contabilidade com o apoio do Conselho Federal de Contabilidade concluíram  pela autonomia da Ciência Contábil a partir do conhecimento mais profundo do patrimônio como seu objeto de estudos.

Tais estudos tem origem no  inicio do século XX quando a contabilidade teve rápido desenvolvimento assumindo definitivamente a sua posição entre as ciências do conhecimento humano. Na atualidade  podem ser encontradas as seguintes teorias contábeis: De orientação meramente jurídica em que o Balanço é uma demonstração de direitos e obrigações de essência eminentemente jurídica;  De orientação instrumental em que o Balanço é uma recapitulação de contas, síntese final da Contabilidade; De orientação econômica em que o Balanço tem o objetivo de evidenciar a real e verdadeira situação do patrimônio da entidade sem menosprezar as questões anteriores.

            Portanto, é preciso levar em conta que no setor público as bases do orçamento e condições da contabilidade são primariamente consideradas em termos de caixa e de compromissos assumidos, embora em alguns casos como o registro da receita na fase da arrecadação,  em que os recursos ainda não estão disponíveis,  ou da inscrição na divida ativa em que o registro é efetuado como variação ativa com o propósito de identificar tais direitos e por conseguinte aumentar  o patrimônio líquido. O que sabemos é que tudo isto vai demandar para alguns muito estudo.
Publicado no dia 01/12/2011

17/11/2011

Novidade



Esta semana fiquei feliz ao visitar uma nova loja de nossa cidade, ela veio para inovar e auxiliar você a otimizar os momentos de intimidade com a pessoa amada, ao passo é claro, que é mais um avanço para o desenvolvimento que tantos assisenses esperam. Que São Francisco de Assis comece a aderir as características e oferecer as facilidades e recursos que encontramos somente nas grandes cidades.

 Estou falando do Belle Femme SexShop, o qual está de parabéns, tanto pela inovação e pioneirismo, quanto pela coragem, pois como somos cidade de interior ainda temos muitos paradigmas para quebrar, seja timidez em relação ao assunto ou até mesmo o preconceito.

Atitudes que não teriam motivos para ocorrer, pois, toda a pessoa tem seus momentos íntimos com seus pares e isto não é feio e nem motivo de vergonha, o amor é lindo! Feio é fazer maldades, é prejudicar as pessoas, é causar dor e sofrimento, isto sim deveria ser motivo de vergonha.

Torço para que os assisenses valorizem e apóiem esta nova loja para que não a percamos. Se olharmos para o passado veremos as pessoas lavando os cabelos com sabão feito em casa, hoje é raro a pessoa que não usa xampu e certamente preferem ele, pois quem não gosta de estar “cheiroso”. Com este exemplo quero dizer que os produtos, cosméticos e fantasias que você encontra num sex shop, são justamente para melhorar a sua relação, para dar mais carinho a pessoa amada, enfim tudo isto passa longe de vulgaridade ou qualquer sinônimo.

Agradeço o convite que me foi feito para conhecer o SexShop Belle Femme, principalmente pelo carinho com que fui recebido e pelo excelente atendimento. Desejo sucesso e que mais do que nunca trabalhe para fazer as pessoas se amarem mais, pois o amor é o melhor remédio para combater todas as desgraças causadas pelo ser humano.

Você que ainda não conhece a loja acesse o blog: bellefemmess.blogspot.com e conheça todos os produtos, com as informações sobre cada um. E saiba que você poderá pedir os produtos que quiser pela tele-entrega 9693-7019 e receber na comodidade do seu lar, ou vá conhecer, na rua Carlos Gomes, 1923.

E não esqueça que precisamos acompanhar a evolução dos tempos, as novas modas e tendências, claro que sem perder a nossa personalidade, pois a moda é como a vida, sempre se reinventando. É o que a gente precisa fazer também, se reinventar a cada estação. Ser chique é viver sem medo e sem preconceito. Ser chique é amar e ser amado. Certamente este é um belo conselho que vale a pena seguir.

Publicado dia 17/11/2011

15/10/2011

Homenagem ao Professor


O Poder Legislativo Assisense parabeniza você professor pela passagem de seu dia. Você que no dia a dia muitas vezes recebe bolinhas de papel na cabeça, tem inúmeros diários para corrigir, as criticas, as noites mal dormidas. Tudo isso não foi suficiente para lhe fazer desistir de seu maior sonho, tornar possíveis os sonhos dos outros e do mundo.

Que bom que com sua vocação, tens despertado a vocação de muitos. Parece injusto lhe desejar um feliz dia dos professores, quando em seu dia a dia tantas dificuldades acontecem. A rotina é dura, mas você persiste.

Seu mundo é alegre, pois você consegue olhar os olhos de todos os outros e fazê-los felizes também. Você é feliz porque na sua matemática de vida, dividir é sempre a melhor solução. Você é grande e nobre, pois o seu oficio árduo, lapida seu coração a cada dia, dando tanto prazer em ensinar.

Homenagens, frases poéticas certamente farão parte de seu dia a dia. Queremos de forma especial, relembrar a sua importância e a importância do seu ofício.

Parabéns professor que tanto merece e que tanto faz por nossa comunidade, formando novos talentos, novas pessoas, trazendo o conhecimento para todos nós. Você merece esta homenagem e muito mais.


São os votos do Poder Legislativo Assisense

Vereadores e Funcionários.

Outubro/2011

05/10/2011

02/10/2011

Novidade para São Chico e Região


Todos sabemos que hoje a internet ocupa um espaço muito importante no que se refere a informação, certamente é o meio mais veloz. Com isto os veículos de comunicação oficiais começaram a criar as suas páginas na internet, que com sua disponibilidade a todo o cidadão, também democratizou a criação das páginas, permitindo que pessoas físicas que não eram representantes de veículos oficiais, também pudessem inserir suas opiniões, conselhos, dicas, enfim uma otimização na troca de informação incrível, através de blogs e redes sociais. 
Com isto surgiram muitos BLOGS e alguns hoje são responsáveis por informarem nosso povo, sobre o que acontece dentro e fora da nossa região.
Desta forma, surgiu a ideia por parte de dois grandes profissionais, o Assessor de Comunicação Herton Couceiro e o Radialista Rafael Tourem, inspirado no blog Nova Pauta, de criar um blog composto por 3 assisenses, para noticiar aquilo que é fato. Sem a intenção de especulações e tendencionismos. Um blog, limpo, claro, transparente e imparcial, relatando ao nosso povo, os fatos e acontecimentos da nossa querida São Francisco de Assis e também do mundo.
Falei em 3 assisenses, mas só citei o Herton e o Rafael, esqueci do terceiro, que sou eu (risos), na verdade quero agradecer a confiança deles e também por vislumbrarem em mim, alguém capaz, e me colocarem em seus níveis profissionais para dividir este projeto.
O blog já começará suas atividades fazendo um importante trabalho, o de dar todas as informações sobre o programa JOVENS TALENTOS DO RÁDIO.
Agora eu quero convidar você meu amigo leitor deste blog, para que acesse e coloque nos seus favoritos o novo blog da cidade: canaln3.blogspot.com.
Esperto sua visita lá.

Voltei


Olá amigos leitores do BLOG, estivesse alguns dias sem postar novos textos, isto devido a alguns pequenos contratempos e viagens, agora estou de volta!
Quero aqui agradecer ao meu grande amigo Herton Couceiro pela felicitação no dia do Contador:



Meu grande amigo, Marcos Monteiro!

Parabéns pelo dia do Contador, especialmente pelo grande profissional que és.
Um trabalho árduo, complexo, que exige muita dedicação e as vezes, por mais eficiente que seja, não é notado.
Mas o resultado, todos conhecem!

Parabéns, amigo e muito sucesso na profissão.
Um abraço,

Herton Couceiro.







Também agradeço e parabenizo minha amiga e colega Luciane Lanes, Contadora de Jaguari, acadêmica de Gestão Pública, e futura vereadora de ...


Parabéns Marcos, parabéns pra nós rs. Que consigamos encontrar na profissão que nos escolheu, e acho que foi isso mesmo, aquela paixão necessária para sermos felizes profissionalmente.

beijo


Ela também inseriu um valoroso comentário no texto CRISES EXISTENCIAIS
Crises existenciais como não tê-las? Eu vivo em uma desde que nasci rs. São tantas perguntas, tantas dúvidas e nenhuma resposta, mas como tu disseste, talvez o segredo seja não desvendar o segredo, afinal é esse fogo interno que nos move.Exelente texto meu amigo, beijoo.


Ainda no texto CRISES EXISTENCIAIS, agradeço o comentário da minha amiga Yse:



Parabéns pelo texto Marcos! Impossível não se identificar com o que tu escreve!
Beijãooooo





Enfim, obrigado a estes queridos amigos que sempre estão lendo e comentando os textos aqui do blog, enriquecendo muito mais com suas opiniões.

22/09/2011

Política, o trem que descarrilhou...


Caros leitores, nossa política municipal neste ano que antecede as eleições, começa a sofrer algumas mudanças que serão provavelmente a base de novas estratégias para a disputa, são novas coligações, novas filiações, novos apoios conquistados, aumento do número de vereadores. Pensando sobre o assunto resolvi trazer a este espaço um texto que já tinha sido publicado em 2009 que não deixa de ser interessante para o momento, desejo a todos uma boa leitura e reflexão.

                Desde o princípio dos tempos quando começou a se dar a evolução política, começamos a ter a influência de pessoas que com suas eloqüências convenciam as outras de que sua forma de trabalhar era a mais correta, talvez para encobrir uma possível falta de instrução.
                E isto voltado ao Legislativo, ocasionou um desvio de foco da verdadeira missão dos vereadores, colocando-os hoje, quase que como reféns de certos eleitores.
Pois veja só, antigamente os vereadores eram uma espécie de “faz tudo”, “resolve tudo”, quando na verdade isto não é sua obrigação e nem dever, mas sim o de fiscalizar os Poderes Executivos, legislar: escrevendo leis, elaborando projetos para promoção do bem comum. Ou seja, um trabalho feito com abrangência de toda a comunidade e não resolvendo particularidades.
                Para este tipo de assistencialismo é constituído uma secretaria no Poder Executivo, que tem a árdua missão, de tentar amenizar o sofrimento, desigualdades sociais, e dificuldades que acometem a sociedade.

                O que hoje preocupa é que este hábito de ficar tentando resolver os problemas e particularidades dos eleitores, foi iniciado há muito tempo atrás e hoje quando um eleitor chega pedindo uma “ajudinha”, deixa o vereador numa situação muito delicada, porque mesmo ele tendo plena consciência de que este não é o seu dever, ele sabe que se não tentar resolver o tal problema, virá outro colega e vai tentar solucionar.

                Ai todos nós sabemos que nenhum político quer perder seus eleitores. Assim podemos nos questionar se o próprio eleitor, o próprio povo não é o culpado de não termos ainda o desenvolvimento que esperamos.

                Nós cidadãos temos que entender que as pessoas que nós escolhemos para nos representar serão pessoas que trabalharão para a promoção do bem comum, trabalharão por todos, pela cidade, pelo seu desenvolvimento, e não para ficar tentando resolver casos particulares, porque assim se perde um tempo precioso de estar pesquisando, elaborando, escrevendo leis, pensando em novas idéias para a cidade.

                Isto fica como reflexão para que pensemos duas vezes antes de culpar os políticos pela falta de progresso, afinal eles estão no poder porque nós os colocamos, nós os escolhemos, então, nós é que precisamos rever nossos conceitos e principalmente deixá-los trabalhar para todos e cobrar-lhes os resultados.

Publicado no jornal dia 22/09/2011

Parabéns a todos os Contadores!




21/09/2011

Parabéns Radialistas!


Homenagem recebida de minha querida prima Elis


O tempo revela o que a sabedoria já ensina há tempos. Mas como tudo que nos rodeia precisa passar por um processo, aprendemos que isso é apenas um sinal dos tempos. Aprendemos a vencer o que imaginávamos ser invencível. Quase todos os dias ingerimos o que nossas mentes não estavam preparadas para absorver. Por tantas razões não somos perfeitos e daí. Só somos radialistas, não temos a fórmula da felicidade, mas temos a contagio da alegria e do bem estar, afinal todos os dias passamos isso ao nosso público.
 E para melhorar, os dias modernos nos trouxeram o computador, um amigo facilitador de nossas tarefas. Aos companheiros(as) meus parabéns e meu abraço pelo nosso dia.Uma mensagem do radialista Neto Santos da cidade de Pedro II, pelo o dia do Radialista, neste 21 de setembro.Parabéns!!!! Te adoro.

20/09/2011

Para descontrair neste feriado!



Encontrei este texto na página do FACEBOOK de minha amiga Larissa Prates, realmente muito engraçado:

Corrigindo 10 velhos ditados.

1. É dando que se ... engravida.
2. Quem ri por último... é retardado.
3. Alegria de pobre... é impossível.
4. Quem com ferro fere... não sabe como dói.
5. Em casa de ferreiro... só tem ferro.
6. Quem tem boca... fala. Quem tem grana é que vai a Roma!
7. Gato escaldado... morre, porra!
8. Quem espera... fica de saco cheio.
9. Quando um não quer... o outro insiste
10. Os últimos serão ... os desclassificados

Judiciário doa carro para ONG Acolher



Profª Giovana, Dr. Barbará, Saleti, Dr. Luiz Felipe e Marcos Monteiro

Na manhã deste dia 19 de setembro de 2011, em frente ao Forúm de São Francisco de Assis, o Dr. Luiz Filipe de Almeida Lemos, Juiz da Comarca e pelo Dr. Luiz Antônio Barbará Dias, Promotor Público, realizaram a entrega oficial das chaves à Presidente da ONG Acolher, Saleti Valença, de um carro para a ONG.
O veículo é um FIAT UNO, no valor de R$ 18.000,00 doado através de recursos oriundos das penas alternativas. O mesmo servirá para otimizar os trabalhos da ONG, sendo de grande valia. Isto sem dúvida reflete a credibilidade e seriedade da mesma, no desempenhar de sua missão, sendo amparada, reconhecida e auxiliada tanto pelo Ministério Público, quanto pelo Judiciário.

17/09/2011

Inovação no Rádio


Como havíamos informado, que hoje traríamos novidades, informo a primeira:
São Francisco de Assis vai realizar o primeiro REALITY SHOW do rádio, com estudantes, no Brasil.
Ainda não se tem notícias de outro reality de rádio e, desta forma, houve a união de esforços para colocar no "ar" um programa radiofônico voltado para a descoberta de novos talentos.

O formato, roteiro e "programa piloto" para proteção dos direitos autorais, já foram registrados.
A Rádio Comunitária Sentinela Pampeana é a grande responsável pela execução do projeto, que vai selecionar estudantes da rede pública de ensino para participar desta experiência.
O comando do programa será por conta de Herton Couceiro e Rafael Tourem. Com apoio do comunicador Marcos Monteiro (que fará parte do júri técnico), montamos o formato chamado JOVENS TALENTOS DO RÁDIO.
O projeto será desenvolvido em várias etapas, que posteriormente, anunciaremos.
IMPORTANTE: Para participar, o candidato não pode ter nenhum vínculo com emissoras de rádio e nem ter nenhuma experiência com locução.
somente amadores, poderão participar.
O regulamento será entregue nas escolas e projetos sociais.
O vencedor, vai receber um super prêmio. Mas este, ainda é novidade!
O projeto "JOVENS TALENTOS DO RÁDIO", será lançado oficialmente na próxima semana. Escolas, projetos e imprensa serão convidados. 

FONTE : BLOG DO HERTON COUCEIRO

13/09/2011

Sete de setembro



                O desfile deste 7 de setembro em nossa cidade felizmente conseguiu reunir um maior número de participantes e principalmente de telespectadores, fato realmente muito positivo, pois demonstra que as pessoas mantêm viva dentro de si o amor pela nossa Pátria. Um dia festivo, com significado muito importante para todos, que é certamente trabalhado em salas de aula pelos nossos mestres, os quais são grandemente responsáveis por manter viva esta chama.
                Mas acima de tudo é um dia de reflexão, de como nós queremos o nosso futuro, o futuro da nação, no que pode mudar para melhor e o que nós podemos fazer para contribuir nesta mudança, para termos um Brasil melhor. Sabemos que toda mudança é paulatina, portanto talvez não vislumbremos a possibilidade de vivermos até o  país estar como queremos, mas seremos agentes transformadores desta realidade para que os nossos filhos e netos tenham um lugar melhor para viver.
                Assistindo o desfile fiquei impressionado com o elevado número de estudantes, de jovens, adolescentes e adultos que necessitarão serem introduzidos no mercado de trabalho, neste momento nos vemos diante de um sério problema: “Não temos como empregar todas estas pessoas.” O cenário econômico de São Francisco de Assis, atualmente é bastante restrito, não restando alternativas a estas pessoas senão a de ir embora tentar novos horizontes. Reside neste ponto uma questão que deve ser muito bem pensada e refletiva pelos nossos agentes políticos da cidade, de forma geral, temos que cobrar providências de todos.  
                Muito embora saibamos que a administração pública, os Poderes, não têm como empregar pessoas, que na verdade eles não são geradores de emprego e sim dispõe de alguns cargos para o funcionamento da máquina pública, que quando se trata de Cargos de Confiança a questão da taxa de desemprego não altera em nada, pois a cada partido que entra nomeia as pessoas que são de sua confiança, demitindo as que estavam trabalhando contratadas pelo partido da oposição, um cálculo que não soma. Quando se trata de concurso público, a cada um que é realizado vai suprindo as necessidades do Poder com servidores para desempenhar as funções básicas e necessárias, os quais ficarão mais de trinta anos trabalhando, ocasionando a não abertura de novas vagas naquele cargo, a menos que o município apresente um crescimento que demande mais pessoas para trabalhar, o problema é o crescimento! Ele ocorre muito lentamente. E estas pessoas precisam trabalhar, precisam sobreviver, portanto mais uma vez se faz necessário unir esforços, pensamentos e idéias de todos os seguimentos da nossa sociedade, junto com os Poderes, buscando alternativas para ampliar o mercado de trabalho assisense e mesmo assim não terão como atender a toda esta demanda.
                Antes de findar este texto quero parabenizar a todas as pessoas que participaram deste maravilhoso desfile que tivemos, bem como todos os organizadores pelo sucesso deste desfile, que certamente foi aprovado pela comunidade, principalmente por ter ocorrido no dia 7 de setembro, proporcionando que muito mais pessoas pudessem assistir.

11/09/2011

Inveja


Nesta semana voltamos a falar nela, a inveja, aquele sentimento que causa tamanho desconforto na humanidade, principalmente naqueles que são vítimas dela. Muito embora este texto já tenha ocupado este espaço noutra data, penso ser de valia relembrá-lo.

A inveja é um dos sentimentos mais difíceis de serem eliminados da alma humana, pois se trata de um dos vícios que mais causa sofrimento à humanidade. Sempre que houver exagerado apego à materialidade das coisas, simbolizando bem estar e status, aí estará a inveja, sobrevoando nossos pensamentos mais íntimos.

Porém é necessário dizer que há diferença entre inveja e cobiça pelo bem estar. Não há nada de errado em trabalhar para se conquistar o conforto necessário à sobrevivência e a eficiência em determinada atividade, sem causar prejuízo ao próximo. Se alguém possui um objeto ou uma virtude que nos falta, desejá-los com humildade e sinceridade não é inveja.

Agora quando ela surge sedutora, junto com um sentimento de perda, um vazio não preenchido por conta de nos acharmos mais merecedores de termos o que o outro possuiu, dominados por um pensamento mesquinho e destrutivo, neste momento acende a luz indicadora da inveja. Há pessoas que se colocam como cães de guarda, sempre alertas ao menor ruído, basta alguém se destacar em alguma área, por mais ínfima que seja, lá estará o invejoso, pronto para apontar o dedo e tentar minimizar o feito de seu próximo. Uma roupa diferente, um calçado da moda ou mesmo um brinco ou pulseira bem colocados, já torna-se motivo para elogios, nem sempre sinceros.

Interessante é a acepção desta pequena palavra, contida no dicionário Aurélio, “Desgosto ou pesar pelo bem ou pela felicidade de outrem. Desejo violento de possuir o bem alheio”. E ela não surgiu agora, lembremos que os Fariseus foram invejosos na época de Jesus de Nazaré. Judas foi um invejoso. Barrabás se ressentiu do carisma que o mestre possuía naturalmente, sem precisar lançar mãos de artifícios, poses e posturas, às vezes até necessárias para um político profissional.

Voltando aos dias atuais, quem nunca ouviu o termo “puxada de tapete”? Aquela que ocorre nas empresas, nos vários locais de trabalho, inclusive na família e onde quer que se reúnam pessoas. E sabe quais os ingredientes das tais “puxadas de tapetes”? A vaidade e o orgulho, esses dois gigantes da imoralidade, filhos do egoísmo, combinados proporcionalmente com a inveja, formam um trio de ferro corrosivo, uma espécie de três mosqueteiros às avessas. Geralmente sempre na busca de determinadas atividades que ofereçam poder, uma vez que é muito comum vermos subgrupos dentro de um mesmo grupo, a popular panelinha, que se arma contra os que conquistaram ao longo do tempo, o seu espaço por mérito moral e intelectual. Esses grupinhos promovem fofocas, queimam pessoas, formam lideranças como se fossem Judas, desmerecem o trabalho realizado e promovem intrigas. Tudo por inveja, não há dor de cotovelo que suporte o sucesso alheio. É por isso que a cobiça destrutiva, proporciona um quadro de morbidez e infelicidade para aquele que se alimenta desse sentimento maligno.

Agora você deve estar perguntando-se: Será que é ruim cobiçar a riqueza com o desejo de praticar o bem? O sentimento é louvável, sem dúvida, quando puro. Mas esse desejo é sempre bastante desinteressado? Não trará oculta uma segunda intenção pessoal? A primeira pessoa a quem se deseja fazer o bem não será muitas vezes a nossa?



05/09/2011

Crises existenciais

Porque será que a gente em certos momentos da vida sente uma espécie de vazio, de medo, de insegurança.

Um questionamento interminável sobre nós, sobre a vida e sobre tudo. É algo tão complexo e difícil de explicar, que nos reprimimos com este sentimento, como se ele fosse feio, não contamos nem mesmo para o nosso melhor amigo, por receio de que ele pense que estamos ficando malucos, ou então dele querer que digamos qual é o motivo, o que está errado em nossa vida, o que nem nós mesmos sabemos, ou então pense que estamos depressivos. Já que é um sentimento tão complexo e difícil de explicar seria estranho, eu aqui nesta coluna estar generalizando e dizendo “nós”, colocando você nesta. Respondo tal questionamento dizendo que como somos todos seres humanos e vivenciamos os sentimentos já conhecidos por todos, como o amor, a dor, a felicidade, enfim, somos todos iguais na esperança, no anseio, no medo da luz da nossa vida se apagar e não termos feito nem ao menos um pouco daquilo que tanto sonhamos.

Por este simples motivo, acredito que todas as pessoas têm tal crise existencial de vez em quando. O bom é justamente que elas não estão presentes diariamente, aparecem às vezes e aparentemente sem motivos. E confesso que causam um desconforto grande, ao mesmo tempo em que nos forçam a rever nossos conceitos sobre a vida, sobre nossos atos, sobre as pessoas que nos cercam.

Ajudam-nos a perceber que a não realização de algo que queríamos, ou então a concretização disto, no contexto geral da nossa vida não tinha tanta importância assim. Aí é que vem o problema, porque neste exato momento é que percebemos que desperdiçamos tanto tempo focados em algo, e não aproveitamos tantas outras coisas, que estavam acontecendo ao mesmo tempo, coisas simples, mas que enriquecem a nossa história.

São tantas idéias, tantos questionamentos sem respostas, tantas dúvidas, principalmente sobre a nossa existência, sobre a nossa missão, total insegurança sobre o futuro. Acredito que não seja eu a única pessoa que de vez em quando se pergunte: O que estou fazendo neste mundo louco? O que eu estou fazendo da minha vida? Será que eu estou sabendo viver e aproveitar o maior bem e melhor presente que possuo: a minha vida?

Também temos o hábito de achar que os outros são felizes. Sei que alguém que deve estar pensando que estes casos são para serem tratados com terapia, análise, pois é, elas são excelentes, para quem tem oportunidade, e são de fato recomendadas, pois melhoram muito a nossa qualidade de vida.

O fato é que estes profissionais não irão dar as respostas que ansiamos, irão nos ajudar ou dizer que todas as respostas estão dentro de nós. Perfeito, mas assim voltamos à estaca zero, ou seja, somos o grande mistério. Eu concordo que a resposta para tudo está em nós, pois a dor e a decepção vêm dos outros, mas a cura para elas está em nós.

Talvez o segredo seja não desvendar este segredo, seja viver intensamente cada momento da nossa vida como se fosse o último, saber que todos os dias morremos um pouquinho, portanto quem não gostaria de ser lembrado de forma positiva e para isto o que é preciso? Quem não gostaria de poder realizar o máximo de desejos que sua existência permitisse? E o que falta para ir em busca do primeiro deles? Enfim a felicidade não pode ser estocada, não pode ser guardada numa caixinha, temos que ser com a felicidade, o que não devemos ser ao extremo com o nosso dinheiro, gastadores.

Ela sim, quando aparece em nossa vida tem que ser desfrutada totalmente e até lamber os dedos, porque certamente depois dela virá um momento mais tenso em nossa vida, até ela voltar novamente. O mais intrigante no ser humano é que ele pode estar a muitos anos sofrendo, mas quando chega a felicidade, ela tem o poder de apagar todo aquele histórico de dor, é como se aquele período de sofrimento tivesse sido moleza... Tivesse valido a pena. Esta talvez seja a receita para uma vida bem vivida... Não custa tentar, pois não há contra indicações.

03/09/2011

Parabéns minha amiga Valéria

Neste dia 03 de setembro completa mais uma ano de vida minha amiga Valéria (Vaumusic). E eu desejo a você Valéria, muita paz, saúde, prosperidade na tua vida pessoal e profissional, que esta bela voz seja cuidada com muito zelo e que te traga muitas felicidades e conquistas...
O aniversário é da Valéria, mas o presente será de todos os meus leitores do blog, pois abaixo você confere a linda voz da Valéira em uma das músicas que ela disponibiliza em seu orkut.
FELIZ ANIVERSÁRIO VALÉRIA.

Posse nova diretoria da ONG Acolher




No último dia 01 de setembro o Juiz de Direito da Comarca de São Francisco de Assis, deu posse a nova diretoria da ONG Acolher, numa cerimônia breve, ocorrida no Salão de Júri do Foro, com a presença de autoridades do município de São Francisco de Assis e Manoel Viana, da qual a ONG também atende.
O Dr. Luiz Felipe (Poder Judiciário), bem como os representantes do outros dois Poderes, fizeram discursos, incentivando o trabalho que ora inicia pela nova diretoria, dando sequencia a tudo que já vinha sendo desenvolvido e enganjados para cada vez melhorar mais.

31/08/2011

Mari Gomes assume cargo no Estado


Mari Gomes, esposa do vereador Silon Falcão Vieira, assumiu recentemente como Agente de Desenvolvimento Social Regional, cuja sede é na cidade de Santa Maria.
Hoje pela manhã, recebi uma ligação da Mari que me informou sobre o cargo que está ocupando.
Logo mais, na inauguração do Conjunto Habitacional Emancipar e dos alfaltamentos no Bairro João XXIII, Mari Gomes estará representando a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social.


Fico feliz em ver alguém de nossa terra, sendo valorizada.
Todos sabem do empenho do vereador Silon e da Mari na candidatura de Luiz Augusto Lara (atual secretário de Desenvolvimento Social).
Foi um reconhecimento.
Parabéns à Mari e sucesso no trabalho que ora se inicia.
FONTE: Blog do Herton Couceiro (http://hertoncouceiro.blogspot.com/)

29/08/2011

Estamos morrendo diariamente


A vida é sem dúvida o maior bem que recebemos e cuidar dela não é apenas um direito, é também uma obrigação, pois com a nossa vida muitas outras estão ligadas, pelas mais diversas afinidades.

Ainda na faculdade, com minha, turma assisti a um filme com o título “Mar Adentro”, filme este baseado em uma história verídica, dirigido por Alejandro Amenábar que funciona como um drama imperdível para quem gosta da vida ou para quem precisar reafirmar sua existência. Diria, sem medo de errar, que é uma verdadeira obra de arte, uma poesia pura e visual. A história retrata a vida de Ramón Sampedro (Javier Bardem), marinheiro galego, mecânico de barcos que aos 20 anos já dava volta ao mundo e aos 26 anos, num mergulho em águas rasas, instalou-se para sempre em uma cama, entre as quatro paredes torturantes de seu quarto de onde olha o mar, o mesmo mar que tanto viajou lhe roubou a vida e a juventude.

Ex-marinheiro era um homem totalmente saudável, inteligente e viril, que ficou tetraplégico ao sofrer um acidente e ser obrigado a viver, contra sua vontade, paralisado em uma cama, dependendo da ajuda de seus familiares para todas as suas necessidades básicas. Vinte e seis anos depois, ele consegue uma advogada disposta a ajudá-lo na luta em legalizar a eutanásia e finalmente morrer com dignidade. Confrontando questões morais, religiosas e sociais, Ramón tenta legalizar uma petição que lhe dê autorização para cometer eutanásia, sem que nenhuma das pessoas que o ajudassem saísse prejudicada por suas ações.

Desde então a vida para ele é uma "humilhante escravidão" e sua única fuga são os sonhos e a vidraça que separa o seu mundo do alheio. Esse é um drama em que morte e vida digladiam-se o tempo todo. Dono da vida, o ser humano deve ser também, dentro de determinadas circunstâncias e segundo certos limites, o dono da sua própria morte, esta é uma das afirmações mais fortes que faz o personagem durante o filme, ou seja, viver é um direito, mas não pode ser uma obrigação. De fato esta é uma questão muito delicada e complexa, ela contraria a afirmação feita no início deste texto, embasada na existência de outras pessoas que sofreriam demasiadamente com a perda de tal ser humano, a família. Mas por outro lado, no próprio caso exposto, não seria egoísmo querer que uma pessoa que perdeu totalmente a sua qualidade de vida, que não tem mais perspectivas de melhora, que está num profundo sofrimento, fique viva, apenas para que a família não sofra sua partida, porém ela pode ficar condenada a prisão perpétua em seu próprio corpo?

Certamente todos nós ainda carecemos de muito esclarecimento e reflexão a respeito de certas situações que muitas vezes inesperadamente passam a ser uma realidade em nossas vidas, como o caso citado. Viver para muitos de nós não é tarefa fácil, diariamente somos colocados a prova. E se viver não é fácil, a morte então, está embrulhada num papel pintado de dúvidas, medos, inseguranças e incertezas. Cada pessoa tem as suas convicções a crenças, eu particularmente, acredito que nossa vida é uma viagem, que estamos aqui de passagem, e daqui só levaremos o resultado das nossas ações diárias, elas é que delinearão como ficará a nossa imagem quando fizermos a passagem. A morte é algo indesejado por todos, porém ela na maioria das vezes nos pega desavisados, causando uma grande dor e principalmente tamanha indignação sobre o seu por que. Precisamos, embora seja muito difícil nestes momentos, entender que ela é apenas uma separação momentânea, onde o amor não precisa acabar, não é porque não estarão mais juntos fisicamente que precisam matar o sentimento, pois discordo quando vejo as pessoas escreverem em seus sites de relacionamento (MSN, ORKUT, FACEBOOK) “Luto Eterno”, porque eterno é uma palavra muito forte para fazermos tal afirmação. Para os que acreditam em reencarnação, quem duvida que a pessoa que fez a passagem, em breve não esteja novamente entre nós, não tenha nascido talvez até na nossa família, talvez tudo isto dependa do que já citei, a carga de ações que acumulamos ao longo da nossa vida. Creio que aqui estamos para aprender e aperfeiçoar algo que ainda nos faltava para nosso crescimento enquanto seres humanos e o nosso tempo de permanência junto de Deus será o tempo necessário para nos regeneremos e preparemos para um novo aprendizado aqui na terra.

As pessoas têm tanto medo da morte, mas não percebem que estamos morrendo todos os dias um pouquinho, que a cada dia estamos mais perto dela, que cada minuto que passa em nossa vida é um pedacinho dela que está morta, deixando apenas lembranças do que fizemos. Portanto reside aqui o maior dos fundamentos e argumentos para que você aproveite a sua vida da melhor maneira possível, da forma que lhe trouxer felicidade. Uma antiga crônica, de autor desconhecido, diz assim: Quando você nasceu, todos sorriam e somente você chorava. Viva de tal forma que quando você morrer, todos chorem, somente você sorria.

28/08/2011

Zeli Érbice


Hoje o dia está muito mais feliz, porque um ser humano iluminado chamado Zeli Érbice, completa mais um ano de vida. O universo, a natureza e nós festejamos por termos o prazer de conviver com este exemplo de mulher. Batalhadora, audaciosa, inovadora, inteligente e portadora de um coração inundado de bons sentimentos.
Com uma personalidade forte, não passa despercebida onde quer que vá, né Zeli? Sempre sorrindo, de bem com vida, por mais que passe por algum dissabor dela. Aquele tipo de pessoa que nos coloca pra cima, que nos encoraja, que injeta uma dose de certeza que os nossos sonhos podem se concretizar.
Na atuação profissional, dipensa comentários, os troféus e premiações que recebeu no nível municipal, regional e nacional, falam por si. Como costumo dizer ela é uma mulher de mil e uma utilidades, polivalente, pois com a maior facilidade, ela sai de seu escritório de advocacia e vai lecionar na universidade, nos cursinhos e de repente muda de estação e entra no mundo empresarial, tendo sucesso absoluto como empresária. As semanas para ela parecem ter mais dias, porque além de fazer tudo isto, ela ainda encontra tempo para o lazer, para festas, para viagens e atividades que lhe tragam prazer.
Sabe como ela consegue tudo isto? Eu também queria saber! Mulher difícil de copiar, pois sua marca é inconfundível, pobre dos invejosos. Além de todos os adjetivos aqui citados ela usa uma das armas que eu considero incrível, a comunicação. E comunicar-se bem é algo que a Zeli faz com perfeição, através dela, muitas outras atividades se tornaram mais fáceis, como ser vereadora por 16 anos, tendo neste tempo também sido Presidente da Câmara, foi Prefeita, por uns dias né Zeli, mas foi... Também foi presidente do Festival Querência do Bugiu, de Movimentos Tradicionalistas, jogou bocha, futebol (até uma perna ela quebrou jogando). Como colega de trabalho ela é muito querida e especial, sinto saudade do tempo que trabalhamos juntos, ela de Assessora Jurídica e eu de Contador do Poder Legislativo. Por mais que tivessemos problemas para resolver nunca perdíamos o bom humor, as viagens que tive o prazer de fazer com a Zeli foram as mais divertidas possíveis, entre trabalho e estudo, conseguíamos aproveitar ao máximo.
Bem, sei que não falei nem a metade do que poderia falar, mas sei que não precisa porque quem conhece a Zeli, conhecesse a grandiosidade deste ser humano.
Você já é uma mulher abençoada, portanto, não resta muito o que desejar. Apenas que conserve seus princípios, seu jeito de ser encantador e que aproveite cada dia da tua vida sem exitar. Que Deus te dê muita, mas muita vida,  com saúde e harmonia e paz...
Parabéns minha amiga, seja muito feliz!!!

27/08/2011

Insensato Coração e a homofobia.

Como disse na semana passada estou com temas pendentes que são objetos de solicitação de leitores da minha coluna. Aqui então vai um deles, que foi indicado por um amigo e leitor, o qual não citarei seu nome porque não pedi permissão, mas se trata de uma pessoa íntegra, de grande coração e preocupada com a saúde social.

Dizer que o preconceito não existe mais é blefar, na verdade muitos de nós somos preconceituosos. E este preconceito fica mascarado pela cortina da hipocrisia. Num outro texto onde trouxe o tema preconceito como foco, tive relatos de pessoas que se descobriram preconceituosas, pois elas diziam não ser, porém quando as provoquei a pensar e se questionar em casos particulares e isolados dentro de suas famílias, a grande maioria não aceitou. É fácil dizer que não tem preconceito quando é o outro, de outra família.
Os seguimentos da sociedade que tem oportunidade e até legitimidade para abordar o tema, devem investir em educação sexual com foco na homofobia, pra quem não sabe o que é: “É o ódio, o medo ou aversão aos homossexuais, pessoas que têm atração afetiva ou sexual pelo mesmo sexo.
A homofobia é a causa principal da discriminação e violência contra essas pessoas, um ato que gerou e ainda gera muitas injustiças e exclusão social. Hoje, para combater essa discriminação contra homossexuais é necessário começar pela educação em escolas de todo país, com aulas que orientem os alunos sobre os direitos homossexuais, sobre gênero e identidade sexuais, pois muitas crianças e adolescentes estão cheios de dúvidas a respeito, estão descobrindo seus próprios corpos e precisam ser orientados sobre homossexualidade. Aqui em nosso município, eu pelo menos, não tenho conhecimento, mas em cidades grandes é comum, as famílias não aceitarem os garotos homossexuais e os expulsarem de casa, restando como único meio de vida, a prostituição. Poderíamos comparar uma travesti a uma ilha, só que aos invés de estar cercada de água por todos os lados está cercada pela violência. A prostituição um dia acaba, não é para a vida toda. Por tal a educação é fundamental para que, desde o início da vida, as pessoas aprendam a entender a diversidade e a aceitá-la, fazendo com que não haja mais homofobia nas escolas e em nenhum outro lugar. Só assim, ensinando a juventude, é que nosso país formará pessoas melhores e verdadeiros cidadãos.
A poderosa Rede Globo de Televisão, vem abordando assuntos polêmicos da nossa sociedade, que ainda estão presos a “tabus” e “paradigmas” que lentamente estão sendo quebrados, com a evolução, modernidade e mudança de comportamento das atuais gerações. Por ser um veículo de comunicação com o poder de formar opinião que tem, ajuda e muito a aliviar o sofrimento de pessoas que há anos sonham em serem livres para viverem suas vidas sem serem maltratadas por uma orientação sexual que não é a mesma da grande maioria das pessoas, mas que segundo estudos, não é algo que tange no campo da escolha, porque certamente ninguém escolheria fazer parte de um grupo que precisa lutar para ter seus diretos observados. Neste momento entra a Globo, coloca em cena através da trama de suas novelas as feridas da sociedade, fazendo muita gente se envergonhar de agir como age, recentemente na novela findada na semana passada, Insensato Coração abriu espaço para mostrar um pouco da realidade brasileira. Na novela foi bem explorado a questão da homofobia, permitindo que reacendesse novas discussões em prol da erradicação não somente do preconceito, mas das agressões e crueldade dispensada a pessoas que são de carne e osso, que sonham e buscam a felicidade, assim como qualquer um de nós.
O Brasil está tentando erradicar este mau através do programa Brasil Sem Homofobia, servindo de base fundamental para ampliação e fortalecimento do exercício da cidadania no país. Um verdadeiro marco histórico na luta pelo direito à dignidade e pelo respeito à diferença. É o reflexo da consolidação de avanços políticos, sociais e legais tão duramente conquistados.
As políticas públicas traduzidas no Programa serão exitosas porque é uma decisão de todos, elaboradas pelo consenso. Entretanto, a participação de cada um de nós como cidadão é importante para a consolidação dos direitos humanos como direito de todos.
Publicado no Jornal O Sentinela no dia 25 de agosto de 2011.

26/08/2011

Acessar o blog e receber uma destas


Hoje tive a grata supresa de encontrar no blog da Yse (http://ysemakeup.blogspot.com/) um texto falando sobre mim, na verdade é uma declaração de amizade e carinho que muito me envaideceu e inundou o meu coração de felicidade, pois sempre é legal receber palavras carinhosas, porém quando elas vêm de pessoas iluminadas como a Yse, certamente elas têm um peso e uma importância muito maior.
Também afirmo aqui que sou teu fã, pois o mundo seria bem melhor se mais pessoas como você estivessem pesentes em nossa vida. Infelizmente Deus ainda não nos deu este presente, mas um dia chegamos lá, por enquanto temos que suportar pessoas que muitas vezes têm o prazer de ver a desgraça alheia, mas fiquemos certos de que "lugar de cobra é no chão, porque o céu é dos passarinhos, que cantam lindas canções e alegram os nossos corações e também de pessoas de coração puro e humanas como a Yse... Grande beijo e sem palavras para agradecer tamanho carinho.

O TEXTO QUE LI NO BLOG DA YSE:

Marquinhos
Hoje vim aqui para fazer um agradecimento público a uma pessoa ímpar que tive a sorte de conhecer: Marcos Monteiro, o qual me sinto feliz demais por poder chamar de meu amigo!
Quem é ele? Comunicador de FM,Assessor de Comunicação do Bonde do Balanço, Apresentador de Eventos, Cerimonialista,Colunista do Jornal O Sentinela, Locutor Comercial e de Mensagens ao Vivo, Contador com qualificação voltada a área Pública e Funcionário Público do Poder Legislativo.
Tomei a liberdade de acrescentar alguns adjetivos: Pessoa maravilhosa, ótimo amigo, sempre bem humorado, tem um coração maravilhoso, sorriso cativante, bonito, alegre, divertido, inteligente.. e entre tantas outras inúmeras qualidades gostaria de citar duas que temos em comum: Somos blogueiros e amantes da Banda Bonde do Balanço \o/

Gostaria de deixar bem claro que esta não é uma 'retribuição' às postagens que ele fez sobre a minha pessoa em seu Blog, até porque creio que não conseguiria retribuir a altura as palavras maravilhosas que ele escreveu a meu respeito (e nem me atreveria).
Marcos, tu emociona com teus textos maravilhosos no Blog (que eu assumo que sou leitora assídua), com tua linda voz quando está na Locução dos teus programas, é uma pessoa de extrema confiança e de um caráter incontestável, espero que tu continue cada vez mais obtendo sucesso em todos os teus projetos.
Muito obrigada pelo espacinho que tu dedica lá no teu Blog pra falar de mim, dos meus projetos e dos que eu amo, e saiba que aqui tu sempre terá um espacinho, bem como na minha casa e na minha vida porque amizades são nossas maiores riquezas e devem ser mt bem conservadas!

Super beijo dessa tua fã de carteirinha

Yse =)